Viajar é algo incrível. Não só pelo fato de sair da rotina e experimentar novos ares, mas também por agregar conhecimento e cultura diversos. Porém, nem tudo é um mar de rosas, é necessário planejar até os mínimos detalhes, obtendo assim um total uso do tempo e recursos disponíveis para o projeto.

WhatsApp Image 2018-09-07 at 16.34.42

Figura 1 – Como realizar uma viagem eficiente? / Fonte:https://pixabay.com/pt/viagens-explorar-jornada-viajante-1209355/

Primeiramente, devemos conhecer o conceito básico de projeto para podermos avançar. Segundo o Project Management Institute (2017), projeto é um conjunto de atividades temporárias, realizadas em grupo, destinadas a produzir um serviço, produto ou resultado único. Todo projeto é único, temporário e tem inicio e fim bem definidos. Para um projeto ser único, ele é dito como operações não rotineiras destinado a atingir um ou mais objetivos em particular.

Tendo em mente o conceito de projeto podemos começar a planejar nossa viagem. Afinal, uma viagem é um projeto, então ao utilizar os conhecimentos do gerenciamento de projetos podemos realizar uma viagem bem planejada economicamente, financeiramente e com recordações inesquecíveis.

O post a seguir trará as dez áreas do gerenciamento de projetos para auxiliar no planejamento de qualquer viagem. Sabe-se que o gerenciamento de projetos auxilia na tomada de decisão e na hora de planejar suas ações; custos; prazos; dentre outros. Numa viagem não é diferente, tem-se que planejar tudo minuciosamente para que não ocorram problemas nem imprevistos que possam gerar conflitos e acabem com a diversão que a viagem traria.

Como começar seu planejamento?

 

WhatsApp Image 2018-09-07 at 16.34.31

Figura 2 – Planejar para executar / Fonte:https://pixabay.com/pt/conceito-homem-pap%C3%A9is-pessoa-plano-1868728/

Para o planejamento da viagem acontecer vamos de encontro com as dez áreas do gerenciamento de projetos:

 

Integração

WhatsApp Image 2018-09-07 at 16.34.49

Figura 3 – Coordenação de processos / Fonte:https://pixabay.com/pt/homem-branco-modelo-3d-isolado-3d-1834094/

Esta área é destinada a identificar, definir, combinar, unificar e coordenar os processos e atividades do projeto. Relacionada a viagem, ajuda a definir seus objetivos, riscos, exceções que devem ser bem conhecidos para impedir futuros problemas.

 

Escopo

Esta parte do gerenciamento de projetos define e controla o que está ou não incluso no projeto. No planejamento da viagem, ele indica a coleta de informações gerais para uma viagem bem sucedida. Pacotes de viagem, hospedagem adequada, transportes no local, agência de seguro, amigos que já visitaram o local são alguns fatores que auxiliam nas informações pesquisadas para a viagem.

 

Tempo

WhatsApp Image 2018-09-07 at 16.34.56

Figura 4 – Controle do tempo / Fonte:https://pixabay.com/pt/tempo-de-rel%C3%B3gios-ampulheta-2387976/

 Essa palavra é muita dita atualmente e normalmente na negativa, como: “Estou sem tempo”. Pois bem, o gerenciamento do tempo é necessário para assegurar a conclusão do projeto no prazo previsto. Em uma viagem o tempo é seu inimigo, sempre que acaba e você é obrigado a voltar para casa fica aquela sensação de ter faltado algo que não foi visto. Então, para uma viagem segura é necessário o controle bem estipulado do tempo, seja para fazer o check in e o check out no hotel; o tempo de transporte entre o hotel e os locais a serem visitados; prazos de pagamentos e entrega de documentos. Até mesmo imprevistos devem ser levados em conta, como atraso no voo ou no transporte ou problemas durante a estadia no local da viagem.

 

Custos

WhatsApp Image 2018-09-07 at 16.35.00

Figura 5 – Orçamento ideal / Fonte:https://pixabay.com/pt/carteira-dinheiro-notas-euro-867568/

 Um temor para a sociedade são os custos. Sendo altos, alguns projetos acabam por não sair do papel por falta de recursos. O orçamento aprovado para o inicio de qualquer projeto deve seguir as estimativas e controle de custos para ser terminado. Em relação a viagem, os custos são de suma importância. Se não tiver um controle adequado, pode-se acabar o dinheiro levado para uma viagem inteira em seu começo e você acaba sem ter o que fazer, só podendo contar com as possíveis regalias do pacote de viagem.  Então, é necessário um controle eficiente do montante levado e saber para o que ele será utilizado, seja para alimentação; lazer; roupas; acessórios ou até mesmo transportes no local.

 

Qualidade

Para existir uma qualidade no projeto é fundamental satisfazer as necessidades do cliente por todo seu ciclo de vida. Para assegurar uma qualidade na viagem é necessário, primeiramente, satisfazer todos que irão viajar. Em segundo lugar, dependendo do local e do período do ano economizar em hospedagem pode trazer somente desconforto e desânimo, gerando assim baixas condições de qualidade. Há também a qualidade dos transportes, restaurantes e até mesmo do lazer no local, então para que a qualidade seja ideal faz-se necessário ter um bom uso dos custos dito anteriormente.

 

Recursos humanos

O gerenciamento dos recursos humanos do projeto inclui os processos que são organizados e gerenciados pela equipe. Composta por pessoas que detêm determinada função e responsabilidade para finalizar o projeto. Ligado a viagem, os recursos humanos entram na divisão de tarefas por parte dos integrantes. Cada um exercendo seu papel, a viagem ficará mais divertida e sem problemas.

 

Comunicação

A comunicação é o elo de ligação entre as pessoas, as ideias e as informações. O seu gerenciamento inclui processos necessários para assegurar que as informações sejam geradas, coletadas, distribuídas, armazenadas, recuperadas e organizadas de maneira apropriada. A comunicação deve ser clara e objetiva entre os viajantes e todos os envolvidos no processo, seja a agência de viagem; o hotel que fornecerá a hospedagem; os transportes; casas de câmbio e companhias aéreas. Todos devem estar em sintonia para que não ocorram problemas que atrapalharão o passeio dos indivíduos.

 

Riscos

O planejamento de riscos existe para planejar, identificar, analisar, monitorar e controlar os riscos que o projeto pode apresentar, maximizando os eventos positivos e minimizando os eventos negativos. Um bom planejamento de riscos servirá para que, se ocorrerem problemas na viagem, existam soluções imediatas sem criação de pânico. Infelizmente acabar com a ocorrência de riscos é inviável, porém minimiza-lós é essencial. Em uma viagem podem ocorrer diversos problemas, como: roubo ou furto; extravio de malas; perda de documentos; atraso de voos; condições climáticas desfavoráveis. Saber contorná-los tendo respostas antecipadas para cada problema tornará sua viagem muito mais segura e satisfatória.

 

Aquisições

Saber gerenciar aquisições é de extrema importância, sendo uma das áreas mais importantes, dentro de uma empresa devido ao constante aumento de terceirizações de serviços. O gerenciamento inclui processos necessários para compra ou aquisição de produtos, serviços ou resultados externos à equipe do projeto. Nos termos da viagem, esse gerenciamento aparece na hora de comprar e contratar tudo necessário para os viajantes. Sendo seguro de viagem, seguro de malas perdidas, adquirir chips internacionais para poder utilizar telefones celulares em qualquer local do globo, troca de câmbio antecipada para prevenir flutuações exacerbadas.

 

Partes interessadas

Esta é a área responsável por identificar as partes interessadas priorizando-as e desenvolvendo estratégias para quebrar resistências e aumentar o engajamento com todo o projeto. Tendo assim um bom engajamento com todas as partes interessadas dos viajantes com todas as empresas que foram contactadas para ocorrência da viagem.

 

Conclusão

Neste post estão listadas as dez áreas do gerenciamento de projetos que ajudarão positivamente em qualquer tipo de projeto e explicando exemplos para viagens. Projetos não são únicos de empresas, cada um tem seu projeto pessoal como uma viagem. Não é necessária a completa utilização de todas as áreas, porém ao menos entendê-las como sendo necessárias, já auxilia na hora da tomada de decisão do que fazer. Cabe a cada um planejar sua própria viagem, entretanto para adquirir bom uso dos recursos e aproveitar ao máximo sua estadia, um bom planejamento é imprescindível.

 

Referências:

BARCAUI, A. Gerente Também é Gente – um romance sobre gerência de projetos. Rio de Janeiro: [s.n.], 2006.

MONTES, Eduardo. O que é Gerenciamento de projetos?. Disponível em: <https://escritoriodeprojetos.com.br/o-que-e-gerenciamento-de-projetos&gt;. Acesso em: 31 agosto 2018.

PMI – Project Management Institute –  O que é Gerenciamento de Projetos?. Disponível em:  <https://brasil.pmi.org/brazil/AboutUs/WhatIsProjectManagement.aspx&gt;. Acesso em: 31 agosto 2018.

PMI – Project Management Institute – Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK), 6º Edição, Project Management Institute, Newtown Square, PA, EUA, 2017.

PRADO, Alexandre. – Como Economizar e Planejar Uma Viagem Para o Fim do Ano. Disponível em: <http://www.utilitaonline.com.br/2017/08/23/como-economizar-e-planejar-uma-viagem-para-o-fim-ano/&gt;. Acesso em: 31 agosto 2018.

SIMÕES, Brunno. Ciclo da Vida de um Projeto Aplicado em um Planejamento de Viagem. Disponível em: <https://uvagpclass.wordpress.com/2017/09/13/ciclo-da-vida-de-um-projeto-aplicado-em-um-planejamento-de-viagem/&gt;. Acesso em: 31 agosto 2018.

VIEIRA, Julia. Custos: o fator que pode determinar o destino da sua viagem. Disponível em: <https://uvagpclass.wordpress.com/2017/09/11/custos-o-fator-que-pode-determinar-o-destino-da-sua-viagem/&gt;. Acesso em: 31 agosto 2018.

Anúncios