Riscos fazem parte de todo projeto, quando lançamos um novo produto ou serviço no mercado, trabalhamos tanto com variáveis externas como as internas. Qualquer iniciativa nova, a partir da organização da empresa, pode ser facilmente monitorada e avaliada, visando reduzir possibilidade de fracassos. Entretanto, é fundamental a realização de análises quantitativas e qualitativas de riscos.

 

WhatsApp Image 2017-11-12 at 20.34.51
Figura 1 – Gerenciamento das partes interessadas. Fonte: https://www.renatacollins.com/projetos/renata-collins-14/

O Gerenciamento dos Riscos do Projeto é uma área essencial para aumentar as taxas de sucesso, todos projetos possuem riscos e precisam ser gerenciados, ou seja, saber o que pode causar um impacto e o que fazer com cada um deles. Nessa etapa, inclui-se os processos de planejamento, identificação, análise, planejamento de respostas, monitoramento e controle de riscos de um projeto. Seu objetivo é maximizar a exposição aos eventos positivos e minimizar a exposição aos eventos negativos.

Algumas incertezas que vem à mente dos gestores no planejamento do gerenciamento de riscos devem ser compreendidas e respondidas antes mesmo dos recursos serem aplicados. Dentre elas, destacam-se, os possíveis obstáculos que a empresa enfrentará durante a execução das atividades e as ameaças que podem minar o projeto.

A partir disso, os processos podem ser organizados em cinco Grupos de Processos, são eles: Iniciação, Planejamento, Execução, Monitoramento e Controle, e Encerramento. De acordo com o tópico do artigo, Realizar a Análise Quantitativa dos Riscos, se enquadra no Processo de Planejamento; são processos iterativos de definição e refinamento de objetivos e seleção dos melhores caminhos para atingir os objetivos.

Assim, é o processo de analisar numericamente o efeito dos riscos, nos objetivos gerais do projeto. A análise quantitativa é realizada nos riscos que foram priorizadas pela análise qualitativa como possível impacto potencial e substancial nas demandas concorrentes do projeto.

A partir da análise dos efeitos desses riscos, atribui-se uma valoração numérica em cada um deles com o intuito de:

  • Identificar os riscos que requerem mais atenção, quantificando a sua contribuição relativa para o risco global do projeto.
  • Avaliar a probabilidade de atingir objetivos específicos do projeto.
  • Tornar mais realistas as estimativas de custo e prazo.
  • Quantificar os resultados possíveis do projeto e suas probabilidades.
  • Determinar as melhores decisões de gestão quando determinadas condições ou resultados incertos.

 

WhatsApp Image 2017-11-12 at 20.34.53
Figura 2 – Gestão de Projetos. Fonte: http://pm2all.blogspot.com.br/2012/10/114-realizar-analise-quantitativa-dos.html

 

O processo deve ser repetido depois de planejar as respostas aos riscos e também como parte do monitoramento e controle desses riscos, para determinar se o risco geral do projeto diminuiu satisfatoriamente. Assim, pode-se indicar a necessidade de mais ou menos ações de gerenciamento dos riscos.

 

Entradas Ferramentas Saídas
  • Plano de gerenciamento dos riscos
  • Plano de gerenciamento dos custos
  • Plano de gerenciamento do cronograma
  • Registro dos riscos
  • Fatores ambientais da empresa
  • Ativos de processos organizacionais
  • Técnicas de coleta e apresentação de dados
  • Técnicas de modelagem e análise quantitativa de riscos
  • Opinião Especializada
  • Atualizações do registro dos riscos
  • Entradas:
  1. O plano de gerenciamento dos riscos descreve como o gerenciamento de riscos será executado, monitorado e controlado.
  2. O plano de gerenciamento dos custos define o formato e estabelece as atividades e os critérios de planejamento, estruturação e controle dos custos do projeto.
  3. O plano de gerenciamento do cronograma estabelece os critérios e as atividades para o desenvolvimento e o controle do cronograma do projeto.
  4. O registro dos riscos é feito principalmente, no processo de identificar os riscos, mas, é sempre revisado de acordo com a criação de novos planos.
  5. Fatores ambientais da empresa sejam eles externos e internos que cercam ou influenciam o sucesso do projeto.
  6. Os ativos de processos organizacionais são os ativos relacionados aos processos da empresa que contribuem para o sucesso do projeto.

 

  • Ferramentas:

Na análise quantitativa dos riscos, destacam-se algumas técnicas de modelagem e de análise:

Árvore de decisão: Consiste na representação diagramática de uma determinada situação em que cada uma das opções ou cenários possíveis é representado como um ramo do diagrama sendo calculado o respetivo custo e probabilidade de ocorrência. A quantificação final da árvore de decisão permite atribuir valores aos diferentes cenários que são passíveis de comparação e decisão.

Análise do valor monetário esperado: É um conceito estatístico que calcula a média do resultado. O EMV é um resultado ponderado pela probabilidade de ocorrência. EMV de oportunidades são atribuídos valores positivos, aos EMV de riscos são atribuídos valores negativos.

Análise de sensibilidade: Ajuda a determinar qual o risco que tem um maior impacto potencial no projeto, examinando o impacto que cada elemento incerto tem no resultado do projeto

Análise Monte Carlo: É uma técnica que envolve utilização de números aleatórios e probabilidade para a resolução de problemas. A simulação Monte Carlo é um método de avaliação interativa de um modelo determinístico utilizado quando o modelo é complexo, ou não-linear, ou quando envolve um número razoável de parâmetros de incerteza e a sua grande vantagem é a de determinar como uma variação aleatória conhecida, ou como o erro, afetam o desempenho ou a viabilidade do sistema que está a ser analisado.

 

  • Saída:
  1. Atualizações do registro dos riscos, conforme os outros processos de gerenciamento dos riscos (análise qualitativa, quantitativa, planejar as respostas aos riscos e monitorar e controlar os riscos) são conduzidos, resultando em um aumento no nível e no tipo de informações contidas no registro dos riscos ao longo do tempo.

 

Verificamos um exemplo simulado para expressar a Análise Quantitativa de um churrasco planejado para 50 pessoas em um local aberto com um orçamento de R$1750,00. 

Após a criação da Matriz Probabilidade x Impacto e a realização da Análise Qualitativa, foram priorizados riscos de acordo com o apetite, assim, a próxima etapa será realizar a Análise Quantitativa dos Riscos priorizados, onde P é a probabilidade, I é o impacto e VME é o valor monetário esperado.

WhatsApp Image 2017-11-25 at 22.49.10
Figura 3 – Análise Quantitativa – Riscos priorizados durante a Análise Qualitativa de acordo com o Apetite ao Risco.

Assim, conclui-se que a Análise Quantitativa dos Riscos envolve analisar como os riscos afetam os objetivos do projeto. A sua finalidade é:

  • Determinar quais eventos de riscos exigem uma resposta;
  • Determinar o risco geral do projeto (exposição a riscos);
  • Determinar a probabilidade quantificada de cumprir os objetivos do projeto ( ex: temos 80% de probabilidade de cumprir o projeto no prazo determinado);
  • Determinar as reservas de custos e de cronograma;
  • Identificar os riscos que exigem mais atenção;
  • Criar metas de custos, cronograma e escopo realistas e alcançáveis;

Ou seja, é uma avaliação mais objetiva ou numérica que a análise qualitativa. Portanto, em muitos casos a análise quantitativa de riscos não é necessária. Deve-se verificar se vale a pena para o projeto, em termos de tempo e dinheiro.

 

Referências Bibliográficas:

https://escritoriodeprojetos.com.br/realizar-a-analise-quantitativa-dos-riscos – Acesso em 09/11/2017

https://projetoseti.com.br/planejamento-realizar-a-analise-quantitativa-dos-riscos/ – Acesso em 09/11/2017

http://pm2all.blogspot.com.br/2012/10/114-realizar-analise-quantitativa-dos.html – Acesso em 09/11/2017

http://artia.com/blog/como-fazer-uma-analises-quantitativas-do-seu-projeto/ – Acesso em 09/11/2017

https://pt.wikipedia.org/wiki/Processos_da_ger%C3%AAncia_de_projetos – Acesso em 25/11/2017

https://www.devmedia.com.br/grupos-de-processos-segundo-o-pmbok/27106 – Acesso em 25/11/2017

https://escritoriodeprojetos.com.br/ – Acesso em 25/11/2017

http://douglimar.blogspot.com.br/2012/01/realizar-analise-quantitativa-dos.html – Acesso em 25/11/2017

Anúncios