Sequenciar atividades é um importante processo dentro do planejamento do projeto, vamos analisar qual é a sua função no projeto , sua características , suas entradas ,ferramentas e seus resultados dentro do projeto.

Nos grupos de processo da área de conhecimento, sequenciar as atividades se enquadram nas áreas de conhecimento do gerenciamento do tempo. O objetivo principal desta área de conhecimento, é criar processos e analisar resultados do projeto que ajudem o gerente e a equipe a completar o projeto em tempo hábil. Essa área de conhecimento também está entre os primeiros processos a serem concluídos.

As experiências anteriores são um dos melhores guias para a criação de um plano. Os objetivos são retirados do escopo do projeto e divididos em secções gerenciáveis ​​e os prazos são anexados. Eles são priorizados e dado o tempo necessário para completar o objetivo com o tempo extra adicionado para a solução de problemas.

No Grupo de Processos, Sequenciar as atividades está no grupo de Planejamento. O principal objetivo desta fase é planejar o escopo ,tempo, custo e recursos adequados para estimar o trabalho necessário e gerenciar efetivamente o risco alem de fornecer uma estrutura para revisão e controle do projeto. No entanto, deve ser entendido que, assim que o trabalho começar, novos fatores se tornarão evidentes, as prioridades mudarão e os recursos prometidos não se materializarão. Se o processo de planejamento não for suficientemente flexível para levar em conta essas coisas, o projeto falhará.E seu principal resultado é o plano do projeto e seus planos complementares.

 

 

WhatsApp Image 2017-11-16 at 16.52.56

Figura 1 – Diagrama de Rede / Fonte : Universo Projeto

Sequenciar as Atividades é o processo de identificação e documentação das relações entre as atividades do projeto. No gerenciamento de projetos, o principal benefício deste tipo de processo é que ele define a seqüência lógica do trabalho para obter a maior eficiência com todas as restrições do projeto.

O desenvolvimento do cronograma do projeto usa os resultados dos processos para definir atividades em seqüência, estimar recursos das atividades e estimar a duração da atividade.No diagrama de fluxo de dados de sequenciar as atividades, todas as atividades e marcos, exceto o primeiro e o último, devem ser conectados a pelo menos um antecessor com uma relação lógica de início a início e pelo menos um sucessor com o término para iniciar ou terminar. O uso de tempo de antecipação ou de espera pode ser necessário entre as atividades para dar suporte a um cronograma de projeto realista e executável.

A melhor maneira de representar essas relações de atividades de seqüência é na forma de um diagrama de lógica de rede que indica a seqüência e a ordem em que cada atividade deve ser realizada. Além disso, cada atividade terá sua duração incluída em cada caixa ou nó.

 

 

WhatsApp Image 2017-11-16 at 16.52.45

     Figura 2 – Sequenciar as atividades: entradas, ferramentas e técnicas, e saídas

 

As entradas do processo

Lista das atividades –  Esta é a principal entrada de sequenciar as atividades, pois consiste em incluir todas as atividades que serão realizadas no projeto.Deve ser organizada como um extensão da Estrutura Analítica de Projetos para assegurar que está completa e que não inclui qualquer atividade que não seja requerida como parte do escopo do projeto.Para garantir que o trabalho será realizado e compreendido por todos da equipe do projeto, a lista de atividades deve conter todas as descrições de cada atividade.

Descrição do produto – A descrição do produto documenta as características do produto ou serviço que o projeto está incumbido de criar. A descrição do produto deverá ter, geralmente, menos detalhes nas fases iniciais e mais detalhes nas fases finais, conforme as características do produto são progressivamente elaboradas. A descrição do produto pode, também, documentar a relação entre o produto ou o serviço em criação e a necessidade do negócio ou outro estímulo que originaram o projeto. Como as formas e conteúdo do produto podem variar, elas devem sempre ser detalhadas o suficiente para apoiar o planejamentos final do projeto.

Dependências mandatórias –  A dependência mandatória refere-se a uma relação inerente à natureza do trabalho. Isso significa que as tarefas são contratualmente necessárias, portanto, nenhuma outra tarefa deve ser implementada até que as necessidades das tarefas obrigatórias sejam satisfeitas. São utilizados quando as atividades do projeto possuem limitações físicas ou contratuais. As limitações tornam difícil para o gerente de projeto impor à implementação de outras atividades a menos que as limitações tenham sido cumpridas. Esta é a razão pela qual esse tipo de dependência também é denominado como uma lógica rígida.

Dependências arbitradas – Estas são dependências mais tranquilas que refletem a forma como a equipe antecipa o trabalho será concluída, ou como a equipe gostaria de que o trabalho fosse concluído. Esses tipos de dependências permitem que a equipe otimize o fluxo de trabalho ao longo do ciclo de vida do projeto. Mais importante, as dependências “suaves” representam a ferramenta que o gerente do projeto utiliza para criar  na programação. Esta é uma maneira muito mais eficaz de conduzir a linha de tempo do que as datas das restrições artificiais na programação.
Dependências externas – Estas são dependências que estão fora do controle da equipe do projeto, mas, no entanto, devem ser refletidas no cronograma do projeto.
Restrições – As restrições são fatores que limitarão as opções da equipe de gerência do projeto.

Premissas – As premissas são fatores que, para os propósitos do planejamento, serão consideradas como verdadeiros, reais ou certos. As premissas geralmente envolvem um certo grau de risco e normalmente serão uma saída da identificação do risco.

 

 

WhatsApp Image 2017-11-16 at 16.52.51

                                       Figura 3 – Atividades e dependências logicas / Fonte : USP

 

Ferramentas e Técnicas

Atividades de Seqüência –  Método de Diagrama de Precedência (PDM) – Esta é a técnica preferida de exibir relações lógicas dentro do processo de atividades de seqüência e PMBOK, nas quais as atividades de programação são representadas por caixas – chamados nós e relacionamentos de caixa são mostrados como setas de interconexão
Método de Diagrama de Seta (ADM) – Esse método é utilizado para documentar uma seqüência de atividade, pelo qual cada atividade é representada como uma seta e os nós são os estados que foram alcançados pelas atividades. Devido à estrutura deste método, existe apenas um tipo de relacionamento (terminar-para-iniciar). E as dependências entre estados – que não se referem a atividades – devem ser expressas como atividades falsas. Os relacionamentos de precedência entre atividades são representados por círculos conectados por uma ou mais setas. O comprimento da flecha representa a duração da atividade relevante.

O método de diagramação condicional (MDL) – É uma técnica que representa uma rede e mostra a repetição e atividades condicionais no projeto. Esta técnica é valiosa para ajudar a visualizar e planejar a programação de uma atividade. O uso do MDL ajudará você a manter o controle da programação que, por sua vez, aumentará suas chances de um projeto bem-sucedido.

 

Modelos de rede –  Esses modelos estão normalmente disponíveis em projetos similares anteriores, e se um escritório central de gerenciamento de projetos existe dentro da organização, eles manterão tais modelos para ajudar no agendamento de atividades. Esses modelos podem ser de projetos anteriores completos ou um determinado segmento, estágio ou fase ou pacote de trabalho desse projeto.

 

 

WhatsApp Image 2017-11-16 at 16.52.46

Figura 4 : Gerenciamento do tempo do projeto / Fonte: PMI

 

 

Saídas

Diagramas de rede de programação de projeto – É  um mecanismo que representa uma exibição esquematizada particular de todas e quaisquer relação logica que possam existir entre as atividades de programação de projetos existentes. O diagrama de rede do cronograma do projeto, é sempre colocado em uma exibição da esquerda para a direita para refletir adequadamente a cronologia de todo o trabalho do projeto.

Atualizações da lista de atividades –  A lista de atividades é uma lista abrangente que inclui todas as atividades do cronograma planejadas para serem realizadas no projeto. A lista de atividades não inclui as atividades do cronograma que não são necessárias como parte do escopo do projeto. É usada no modelo de cronograma e é um componente do plano de gerenciamento do projeto. As atividades do cronograma são componentes distintos do cronograma do projeto, mas não são componentes da EAP.

Por exemplo, tudo começa quando todas as atividades já estão definidas no processo anterior de sequenciar as atividades, “Definir as Atividades”, o gerente do projeto ou uma pessoa que esta designada a essa função verifica e avalia a lista de atividade. E cabe a ela identificar as dependências obrigatórias ,onde, cada etapa do projeto tem a sua. Essas dependências obrigatórias constam no contrato firmado no inicio do projeto ou na lei, alem de analisar as dependências externas do projeto. logo , em sequenciar as atividades deve-se ter uma consulta aos envolvidos no projeto (stakeholders),  assim as atividades a serem realizadas pelo planejamento tem sua logica, dependência e precedência.

Concluindo…

As atividades sequenciam-se única e exclusivamente com base nas interdependências existentes entre o trabalho a realizar em cada uma das atividades. Analisando-o logicamente, você pode criar uma seqüência lógica de trabalho que realizará o trabalho do projeto com a maior eficiência dada as restrições do outro projeto.A introdução dos relacionamentos entre as atividades calendarizadas para o projeto, permitem criar um calendário de projeto realista e que pode ser concretizado.A sequenciação das atividades pode ser executada de forma automatizada, com recurso a um dos muitos softwares de gestão de projetos que se encontram disponíveis no mercado, ou recorrendo à utilização de técnicas manuais.

 

Bibliografia :

<https://escritoriodeprojetos.com.br/grupo-de-processos-de-planejamento >-Acesso em 10/11/2017

<http://linksinergia.com.br/2015/04/13/gerenciamento-de-projetos-baseado-no-pmbok-gerenciamento-do-tempo-do-projeto-parte-4-1/ >- Acesso em 09/11/2017

<http://pm2all.blogspot.com.br/2011/10/pmbok-tecnicas-sequenciar-atividades.html> – Acesso em 09/11/2017

<http://wpm.wikidot.com/processo:sequenciamento-de-atividades>-Acesso em 10/11/2017

PMBOK – Project Management Body of Knowledge – PORTUGUÊS – 5. ed, Editora Saraiva, 2014

Anúncios