Acessibilidade significa incluir uma pessoa com Portadora de Necessidades Especiais (PNE) na participação de atividades cotidianas como o uso de produtos, serviços e informações. Através deste trabalho, procuro falar um pouco sobre a acessibilidade no Rock in Rio 2017

Com o decorrer do anos houveram grandes evoluções quando o assunto é a Acessibilidade em eventos de Grande Porte, podemos ver o Rock in Rio como um exemplo, pois o mesmo vem mudando sua forma para tornar mais dinâmico e acessível para pessoas PNE.

Durante suas outras edições, O Rock In Rio acabou deixando a desejar quando o assunto era a acessibilidade, isso gerou muitas criticas, pois o evento é classificado como um dos maiores, senão for o maior, da categoria de eventos musicais.

Os primeiros projetos tinham como base apenas a criação de plataformas para PNE e banheiros de fácil acesso. E mesmo assim, haviam falhas nesses projetos, pois as pessoas se esqueceram de implantar rampas de acesso para as lojas,  não criaram um suporte especializado para os PNE, pisos tácteis, estação de carregadores para cadeiras de rodas elétricas Tudo isso gerou uma baixa reputação do evento com a comunidade PNE.

Como podem ver na reportagem abaixo alguns erros que dificultavam o acesso até mesmo as lojas do evento.No trecho abaixo, que fora retirado de um reportagem sobre a acessibilidade do Rock In Rio de 2013, podemos perceber claramente

“Todas as lojas espalhadas pela Cidade do Rock têm um degrau na porta de entrada. “Eu fui comprar um chocolate em uma lojinha  na Rock Street e não consegui entrar. Até perdi a vontade de comer o doce”. “A entrada foi até tranquila. Só precisei de auxílio em dois momentos, por conta de ranhuras no piso”, “Até a loja oficial do evento tem degrau na entrada. Como pode?”
http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/musica/2013-09-13/cadeirante-chama-atencao-para-problemas-de-acessibilidade-no-rock-in-rio.html

Porém no evento de 2017, o maior festival de música do mundo, O Rock In Rio, junto com o auxilio do seu Gestor da área de Acessibilidade e PNE do Rock in Rio, Thiago Amaral, se reinventou de forma espetacular para revolucionar o cenário dos grande eventos musicais garantir que todas os PNE tenham um tratamento exemplar e para que essa iniciativa se espalhe mundo afora, foram meses para moldar um projeto com essas proporções (mais ou menos 6 meses) e mais 2 meses para treinar uma equipe de 800 voluntários, que felizmente fui um deles,com isso consegui um momento para fazer uma breve entrevista com o Gestor da Área de Acessibilidade e PNE, Thiago Amaral, para saber como reagir a algum acidente envolvendo pessoas PNE, como trata-los, recebe-los e orienta-los durante os sete dias de festival.

WhatsApp Image 2017-11-25 at 17.27.32
Mesmo sendo cadeirante este menino pode usar 80% dos brinquedos do Rock In Rio / Foto: G1

Alguma das melhorias implantadas no projeto foram:

  • Plataformas PNE – Haverá duas plataformas exclusivas para cadeirantes com ótima visibilidade para o Palco Mundo e Sunset. Elas contarão com espaço para cadeiras de rodas e cadeiras para os acompanhantes. Cada Pessoa com Necessidade Especial tem direito a 1 acompanhante na plataforma.
WhatsApp Image 2017-08-29 at 13.19.44 (1)

Exemplo de uma Plataforma PNE / Fonte: Google

  • Piso Tátil – Pisos e mapas táteis em locais estratégicos facilitarão a locomoção de deficientes visuais.
  • Oficina para cadeira de rodas – Se ocorrer algum dano na cadeira de rodas do espectador, ele poderá resolver seu problema sem custo e sem sair do festival.
  • Serviço Delivery – As empresas parceiras de alimentação vão oferecer serviço de delivery para todos que estiverem na plataforma PNE, garantindo, além da comodidade, que ninguém perca seu show favorito.
  • Carrinhos para facilitar a locomoção – Carrinhos de golfe com rampa e espaço para cadeiras de rodas facilitarão a locomoção entre as principais atrações do Rock in Rio, como as plataformas acessíveis, Rock Street, Rock District, Gourmet Square e o estacionamento exclusivo PNE.
  • Shuttle PNE – Será oferecido um serviço de transporte exclusivo ao público PNE e seu acompanhante para locomoção pelas entradas do evento, com partidas de dois pontos: estação BRT ou Shopping Metropolitano.
  • Banheiros – A cidade do rock conta com banheiros exclusivos para PNE em todas as Ilhas de banheiros e uma ilha exclusiva de banheiro unissex próxima as plataformas acessíveis.
  • Estacionamento exclusivo – Pessoas com deficiência física terão direito ao estacionamento exclusivo, mediante apresentação do cartão de estacionamento para vagas especiais.
  • Outros serviços – Será permitida a entrada de cães-guia, que terão um local específico para fazerem suas necessidades fisiológicas, Empréstimo de cadeiras de rodas para os que necessitarem, Armazenamento de carrinhos de bebês, que será na mesma área de locação de cadeira de roda e Recarga de bateria para cadeiras de rodas motorizadas.

Equipes que estarão responsáveis para auxiliar a todos os PNE durante o evento, gerando desta forma o máximo conforto para os mesmos. Esperamos que a inclusão do RiR seja para os outros festivais de música que ocorrem no mundo inteiro um exemplo a ser seguido.

 

 Fotos do Evento do Rock In Rio / Foto: Rock In Rio e G1
“O Rock in Rio é um evento inclusivo e acessível. Estabeleceu parcerias com entidades que desenvolvem projetos e que possuem conhecimento técnico nesta área, testando sempre as infraestruturas para um melhor serviço para todos. Em breve, disponibilizaremos mais informações úteis.”
WhatsApp Image 2017-08-29 at 13.19.45 (1)

Projeto da nova área do RiR / Por: Rock In Rio

Para o chegar até esse projeto final devem haver inúmeras pesquisas, testes e experimentos para ver as melhores soluções para os problemas, e isso é aonde se enquadra o Gerenciamento de projetos, que busca a eliminação dos riscos de erro em um projeto e tornando o mesmo viável, eficaz e efetivo, Gerando desta forma um atendimento rápido, de alta qualidade e padronizado para atender os PNE da melhor forma possível.

“Nosso compromisso é garantir uma experiência única para qualquer pessoa que tenha alguma necessidade especial, seja ela permanente ou temporária. Um mundo melhor se faz com mais acessibilidade e respeito! “

Rock In Rio. Disponível em: <http://rockinrio.com/rio/pt-BR/informacoes#pne-aba-1&gt; Acesso em: 29/08/2017.

Abaixo você consegue acompanhar um breve entrevista feita com o Gestor da Área de Acessibilidade e PNE do Rock In Rio, Thiago Amaral.

 

O que o motivou a implementar esse novo conceito de Acessibilidade no RiR? – Perguntei ao Thiago.

Minha maior motivação foi mostrar para as pessoas que a vida não acaba ou é pior por conta de alguma limitação física, o conceito foi montado para mudar tanto a ótica da pessoa com deficiência como a de quem não tem deficiência, a ideia é que todos possam enxergar de maneira diferente os problemas, mudar o olhar de pena que ainda existe muito no nosso país. – Respondeu Thiago a mim.

O que você espera desse RiR com a implantação do seu projeto de Acessibilidade? – Perguntei ao Thiago.

Espero que outros festivais e atrações enxerguem que a importância em tratar uma pessoa que tenha algum tipo de necessidade especial com igualdade gera mais do que lucro financeiro para o evento, traz cidadania. O sucesso do projeto no Rock in Rio confirma isso. – Respondeu Thiago a mim.

Você cria expectativas para expandi-lo para outros RiR ao redor do mundo? Conte-me mais sobre suas expectativas. – Perguntei ao Thiago.

A ideia é influenciar e impactar o máximo possível, não limito até onde quero chegar, seria uma realização poder levar esse conceito para Europa no Rock in Rio Lisboa por exemplo e mostrar que foi algo pensado aqui no Brasil, uma iniciativa brasileira que mudou o modo de se fazer evento no mundo. Não temos nada acertado ainda, mas também nada descartado. – Respondeu Thiago a mim.

Como foi para você montar um projeto tão importante para o RiR? – Perguntei ao Thiago.

Foi a realização de um objetivo pessoal que eu tinha, poder viver o Rock in Rio pelo lado de dentro e foi além do que eu podia imaginar, o projeto começou simples e ganhou força, nos momentos finais acabou se tornando referência dessa edição do Rock in Rio. – Respondeu Thiago a mim.

Houveram outros projetos feitos antes de chegar a esse final? Quantos? Como chegou a conclusão desse ser o mais viável? – Perguntei ao Thiago.

Havia uma proposta mais simples, que seria basicamente cumprir as normas brasileiras de acessibilidade, ou seja, implementar rampas e banheiros. Vi a possibilidade de fazer mais e conseguir que a nova cidade do rock fosse não só confortável, mas também divertida para o público específico, e foi um sucesso a utilização das cadeiras em triciclos elétricos, a tirolesa, roda gigante, plataformas. – Respondeu Thiago a mim.

Quanto tempo levou para a preparação desse projeto? – Perguntei ao Thiago.

O início foi em Fevereiro de 2017, mas começou a ter esse formato em Abril de 2017. – Respondeu Thiago a mim.

A acessibilidade no Brasil é muito precaria em relação a outros países, você espera que esse projeto incentive o Povo brasileiro a se conscientizar sobre esse assunto? – Perguntei ao Thiago.

Sim, primeiro porque o público geral que foi ao Rock in Rio viu uma quantidade maior de deficientes, principalmente cadeirantes e isso é muito importante, pois a população só vai se preocupar quando souber que há essa necessidade, que existe um público que utiliza o serviço, assim um dia a gente pode ter uma cidade mais acessível, quem sabe o país. – Respondeu Thiago a mim.

Sabemos que aqui no brasil, a questao da acessibilidade no quesito eventos não tende a durar por muito tempo, por questões educacionais e governamentais. Você tem algo em mente, para que o seu projeto se torne um legado após esse RiR? – Perguntei ao Thiago.

Depois dessa edição o Rock in Rio tende a ampliar o projeto, por conta do sucesso entendemos que na próxima edição esse número cresça ainda mais e como estamos falando do maior festival do mundo, referência no país isso impulsione outros festivais a fazerem o mesmo. – Respondeu Thiago a mim.

Se você pudesse dar algum recado para outros PNE que estão desmotivados por causa da precariedade da Acessibilidade no Brasil, qual seria? – Perguntei ao Thiago.

Um recado seria acreditar na mudança e nas pessoas, não ficar parado reclamando achando que isso vai ajudar, tomar atitude ajuda, assim como eu fui ao Rock in Rio propor mudanças e acabei contratado, vocês também podem mudar as coisas, desde uma acessibilidade no prédio onde mora até um festival que atenda 700.000 pessoas. – Respondeu Thiago a mim.

Qual sua expectativa para o pós-RiR? – Perguntei ao Thiago.

A expectativa é que a repercussão positiva do projeto faça com que as pessoas se mecham e percebam que não é impossível adaptar um local para o uso de todos, basta vontade. – Respondeu Thiago a mim.

 

No meu caso, espero que após esse Rock In Rio um mundo mais humano, ético e com consciência que todos somos iguais, temos nossas diferenças externas, mas por dentro somos iguais, não somos melhores ou piores que ninguém. Através deste trabalho demonstrar que o ser humano tem que melhorar, mas não para si mesmo, mas sim para seu próximo. Em um mundo que é amargurado pela violência e pela exclusão devemos mostrar que somos o diferencial e que estamos aqui para mudar e revolucionar o tratamento às pessoas com PNE, sendo solidários, jamais tratando de forma diferentes, mas sim de forma igualitária e humana, para que possam se sentir iguais a todos, alem de buscar projetos que auxiliem de forma mundial a acessibilidade.

Com esse texto venho demonstrar que independente de qual seja o projeto, leva-se tempo para se planejar, em que para que um projeto obtenha a qualidade necessária para atender a quem o solicitou é necessário 3 quesitos, um escopo bem elaborado e um custo e tempo em perfeita sincronia com o mesmo. Com o Feedback feito ao final do evento (Rock In Rio) podemos observar que o projeto teve um feedback excepcional, pois foi algo que nunca havia acontecido em NENHUM evento de música, e esse projeto gerou algo que devemos sempre visar, que é a inclusão e a acessibilidade para todos, felizmente o Rock In Rio conseguiu finalmente se tornar um sucesso de Acessibilidade e Inclusão, marcando mais uma vez positivamente seu lugar na história.

WhatsApp Image 2017-11-25 at 17.27.30
Campanha de Acessibilidade do Rock In Rio Lisboa
WhatsApp Image 2017-08-29 at 13.19.46
Logo Primaria do Rock In Rio/ Foto: Rock In Rio

Bibliografia

Último segundo, IG. Disponível em : < http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/musica/2013-09-13/cadeirante-chama-atencao-para-problemas-de-acessibilidade-no-rock-in-rio.html: Acesso 25/11/2017. 

Rock In Rio. Disponível em: <http://rockinrio.com/rio/pt-BR/por-um-mundo-melhor#atitude-rock-in-rio-mobilidade-e-acessibilidade&gt; Acesso em: 29/08/2017.

Rock In Rio. Disponível em: <http://rockinrio.com/rio/pt-BR/informacoes#pne-aba-1&gt; Acesso em: 29/08/2017.

Rock In Rio. Disponível em: < http://rockinrio.com/rio/pt-BR/por-um-mundo-melhor#atitude-rock-in-rio-mobilidade-e-acessibilidade: Acesso 25/11/2017.

Anúncios