Atualmente, existem diversas ferramentas para auxiliar na melhoria de um processo na empresa, visando encontrar soluções e desenvolvimento de novos projetos. Uma dessas ferramentas é chamada de Brainstorming, conhecida como “Tempestade de ideias”. Nesse post, irei comentar sobre a importância do Brainstorming e de como essa técnica pode ser usada em diversas áreas, indo desde o desenvolvimento de novos produtos até a resolução de problemas.

A técnica de brainstorming foi inventada pelo publicitário Alex F. Osborn, nos Estados Unidos, na primeira metade do século XX, na década de 30. Essa técnica foi criada para testar e explorar a capacidade criativa de indivíduos ou grupos, visando estimular a geração de ideias, de forma a buscar melhorias e soluções inovadoras. A primeira tentativa de implementação dessa técnica no Brasil foi feita por publicitários.

O brainstorming pode ser usado de duas formas: 

  • Estruturado – a pessoa só poderá falar ao chegar à sua vez;
  • Não-estruturado – os membros do grupo poderão dar ideias conforme elas forem surgindo em suas mentes.

Falaremos nesse post mais sobre o Brainstorming Estruturado e as técnicas que poderão ser aplicas a ele.

Primeiramente, existem duas fases. São elas:

  • Fase criativa, onde os participantes apresentam o maior número possível de ideias;
  • Fase crítica, onde cada participante defende sua ideia com o objetivo de convencer os demais membros do grupo. Depois serão filtradas as melhores ideias, permanecendo somente aquelas aprovadas pelo grupo.

WhatsApp Image 2017-11-06 at 22.04.16                                       Figura 1Regras de BrainstormingFonte:                                  <http://www.caroli.org/cartaz-regras-de-brainstorming/&gt;

As regras de brainstorming se baseiam praticamente em criatividade e cooperação. Primeiramente deve-se realizar uma reunião de forma a encontrar soluções para o determinado problema. Normalmente essa técnica leva em consideração grupos pequenos, com no máximo dez participantes e um mediador. Antes da reunião ser feita, o mediador pode passar algumas coordenadas e apresentar alguns cases e estudos de mercado, para ativar o fluxo de ideias e a reunião ser mais eficiente.

Como mostrado na figura 1, cada membro do grupo irá contribuir com ideias e nenhuma deverá ser descartada, pois é um momento livre e criado para deixar fluir os mais diversos tipos de pensamentos. Deve-se manter focado e criar o máximo de ideias possíveis, podendo até mesmo ser algo que possa aparentar ser inviável no momento. É preciso se arriscar e mostrar o seu ponto de vista, essa é a sua chance de ser escutado. Ninguém irá te julgar pois é importante que o grupo tenha bom senso.

Feito isso, deve-se debater os prós e contras de cada ideia, para ao fim, filtrá-las e fazer a seleção das melhores sugestões para o planejamento do projeto.   

O brainstorming possui o mesmo modelo, porém existem diversas técnicas que podem ser aplicadas. Agora veremos algumas delas:

WhatsApp Image 2017-11-06 at 22.04.15 Figura 2 – What Is Brainstorming? – Fonte: <https://business.tutsplus.com/tutorials/what-is-the-definition-of-brainstorming–cms-27997>

 

1 – Técnica do Post-it

No brainstorming, eles são fundamentais por que trazem mais visibilidade para as ideias e agilidade para o processo, além de inspirar a equipe a participar mais efetivamente.

Reserve um espaço para essa técnica, podendo ser em um quadro branco ou em um espaço na parede. Dê um post-it para cada membro da equipe e peça para que escrevam as suas ideias. Feito isso, solicite a todos que exponham as suas ideias, um de cada vez, movendo seu post-it para uma área da parede de “ideias já apresentadas”, assim que terminarem sua exposição.

Depois que todos se apresentarem, cada participante deverá comentar sobre a ideia do outro. Será feito uma filtragem das melhores sugestões transportando os post-it correspondentes para uma terceira área na parede, de ideias que serão refinadas pelo grupo. Com isso, o objetivo é fazer com que todos se estimulem com a chuva de sugestões e, no fim, trabalhem na moldagem de uma ideia definitiva.

Essa atividade dará uma visão geral da sintonia da equipe e poderá ser um ponto de partida para obtenção de uma boa ideia de execução do projeto.

2- A técnica de brainstorming “oposto”

Como o nome já diz, essa técnica de brainstorming propõe analisar as ideias de forma inversa, trazendo soluções criativas e inusitadas. Essa é uma maneira de retirar o bloqueio da mente das pessoas, pois fazer o contrário do que se deve já é uma forma de transgressão que faz seu cérebro trabalhar mais livremente.

Conhecer os detalhes de algo que causa um problema ajuda a corrigi-lo com mais eficiência. Por exemplo:

Supondo que o problema seja “como atender o cliente de maneira mais cordial?”, invertendo-o, a questão fica sendo “como atender o cliente de maneira menos cordial?”.

As respostas à 2ª questão trarão uma lista do que não fazer no atendimento ao cliente. Podendo trazer até questões que estão sendo executadas no momento e apontar pontos de mudança e de melhoria.

3- Mapa mental

Também conhecido como mindmapping, essa técnica é simples e possui bom efeito nos participantes por causa de sua facilidade de uso.

Essa técnica consiste em resumir o problema em apenas 3 palavras. Mas como isso funciona?

  • Primeiramente, deve-se escrever em uma grande folha o problema a ser solucionado em até 3 palavras e depois circula-las.
  • Feito isso, deve-se relacionar palavras derivadas com as 3 palavras originais, ligando-as por linhas que ajudem a conectar os significados em comum.
  • Esse método deve permanecer até todo o espaço ser preenchido ou até surgir uma boa ideia no meio do caminho.

A ideia consiste em analisar, posteriormente, as palavras que foram sugeridas para encontrar soluções diferenciadas e eficazes para resolver o desafio proposto para a sua equipe.

Isso acontece porque, ao analisar as palavras separadamente, se criam conexões entre ideias que antes não se havia percebido.

4 – Em causa própria

WhatsApp Image 2017-11-06 at 22.04.34

                     Figura 3 – Brainstorming – Fonte: <http://blog.agencia96.com.br/4-tecnicas-de-brainstorming-que-voce-precisa-testar-com-o-seu-time/&gt;

A técnica de brainstorming não é necessariamente usada apenas no ambiente de trabalho. Nada te impede de fazer a sua própria tempestade de ideias. Para tomar uma decisão pessoal, por exemplo, você pode se organizar e refletir usando essa técnica.

Se você deseja uma promoção, mudar de emprego, fazer uma pós-graduação você pode encontrar a solução ao aderir essa técnica. As soluções podem ser as mais diversas, quanto mais ideias, maior a chance de encontrar uma boa resposta. O importante é não se privar delas.

Para um melhor desenvolvimento, você pode experimentar um novo ambiente. Qualquer lugar que não seja da sua rotina diária poderá melhorar o seu progresso.

 

Nesse post, vimos a importância do brainstorming e de suas técnicas. Foi mostrado os meios de aplica-las em seu ambiente de trabalho e também na vida pessoal. Vimos a sua importância para análise de decisão; criação de textos; otimização de produtos e serviços; gerenciamento e reestruturação de um processo; entre outras.

Agora já sabemos que quando houver um problema que precise ser solucionado, poderemos utilizar essa ferramenta para a busca de ideias e soluções

Referências Bibliográficas

Brainstorming – Acesso em nov. 2017. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Brainstorming&gt;

Técnicas de Brainstorming – Acesso em nov. 2017. Disponível em: https://comunidade.rockcontent.com/tecnicas-de-brainstorming/>

Técnicas de Brainstorming – Acesso em nov. 2017. Disponível em: https://marketingdeconteudo.com/tecnicas-de-brainstorming/

Técnica de Brainstorming – Acesso em nov. 2017. Disponível em: <http://www.venki.com.br/blog/tecnica-de-brainstorming>/

Técnicas Efetivas de Brainstorming – Acesso em nov. 2017. Disponível em: <https://blog.evernote.com/ptbr/2017/02/20/tecnicas-efetivas-brainstorming/

Anúncios