O turismo brasileiro não só é uma atividade econômica, como também social e cultural. Neste artigo vamos citar as etapas para tornar esse projeto um sucesso a partir do gerenciamento da integração de projetos.

Análise da situação atual e da demanda da oferta

Dos 38,1 milhões de turistas e viagens no ano de 1998, tivemos um crescimento de 54% da demanda doméstica em 2016 e um crescimento acumulado do PIB de 31%. Os fatores que exercem grande influência na decisão de escolha dos destinos são:

  • Distância – É preciso focar uma boa parcela da divulgação e marketing para áreas mais próximas do município ao qual se está analisando.
  • Preço – Devido a crise, disponibilizar um site unificado de todos os estados e municípios  que possuem atividades turística com os valores médios dos passeios ajuda a movimentar o turismo no momento em que o país se encontra.
  • Atratividade – Necessidade de um marketing visual forte, produções em vídeo de qualidade com imagens de drone, câmeras profissionais e de ação. Mostrando de todos os ângulos as sensações que o turista pode obter no local.

Objetivos

  • Definir o início,planejamento,execução, monitoramento e encerramento do projeto.
  • Utilizar o gerenciamento da integração para concluir a proposta do website para todos os municípios brasileiros.

 Resultados esperados

  • Aumento do fluxo doméstico e internacional de turistas, diminuição da variação de datas na qual o fluxo é maior para ter um equilíbrio da balança de pagamento dos gastos dos brasileiros e estrangeiros na atividade turística.
  • Melhoria da taxa de ocupação nos empreendimentos, gerando uma competitividade maior e consequentemente uma valorização dos destinos nacionais.
  • Facilidade no acesso a informação e contratação de serviços nos destinos brasileiros, incrementando as opções de viagem e gerando preços mais competitivos.
  • Criação de um site interativo na qual os turistas possam ter acesso a informações precisas de empresas e preços que atuam em cada ponto turístico do Brasil. Todo o marketing vai ser direcionado para esse site, de forma a colocá-lo em 1 lugar nas pesquisas no google. O mesmo terá tradução para cerca de 15 idiomas, de forma a torna acessível para qualquer turista do mundo.

 

Estratégia

Existem seis processos de gerenciamento da integração, são eles:

  • Desenvolver o termo de abertura do projeto: Desenvolve-se um documento formal autorizando um projeto ou uma fase e documenta-se os requisitos iniciais com as partes interessadas.
  • Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto: Documenta-se todas as ações necessárias para definir, preparar, integrar e coordenar todos os planos auxiliares que são criados em outros processos em outras área de conhecimento.
  • Orientar e Gerenciar a Execução do Projeto: Realiza-se o trabalho definido no plano de gerenciamento do projeto.
  • Monitorar e Controlar o Trabalho do Projeto: É feito um acompanhamento e regulação no projeto com o intuito de averiguar se os objetivos previamente definidos no plano de gerenciamento do projeto estão sendo satisfeitos.
  • Realizar o Controle Integrado das Mudanças: Revisa-se toda e qualquer solicitação de mudança e após isso é definida a aprovação ou não das mudanças solicitadas.
  • Encerrar o Projeto ou Fase: Finaliza-se todas as atividades de todos os grupos de processos ou área de conhecimento para finalizar formalmente um projeto ou uma fase.

Inicialmente se define uma identidade visual e pesquisar dados sobre os locais turísticos:

  • Número de visitantes domésticos e internacionais.
  • Quantidade de negócios do setor turístico.
  • Número de atrativos naturais, culturais e gastronômicos.
  • Receita gerada por cada local.

Depois planejamento:

  • Produção do material em vídeo e imagens para atribuir aos locais que obterão a divulgação, assim como a aleatoriedade na qual cada local aparecerá para os novos visitantes da página na internet através de um algoritmo baseado no relatório de visitas.
  • Definir a equipe nas áreas de marketing, tecnologia de informação, produção de imagem e ciências turísticas.
  • Custos para andamento do projeto.
  • Definir os stakeholders.

Para executar o projeto é preciso:

  • Auxílio do Ministério do Turismo.
  • Auxílio dos Parques e Atrativos Nacionais.
  • Cooperação público-privado.

O monitoramento será feito pelos órgãos públicos responsáveis pela administração dos recursos públicos e pelos chefes de cada área.

O projeto visa:

  • Diversificação da oferta de destinos e produtos com políticas públicas que busquem aprimorar os potenciais turísticos para obter um melhor aproveitamento e diversificar a demanda, gerando riqueza para o país.
  • Valorização do patrimônio natural e cultural presente nos segmentos artísticos, gastronômicos, moda e outros elementos simbólicos brasileiros.
  • Ampliação da cooperação e gestão compartilhada dos atores públicos e privados para a real efetividade do website, mantendo sempre as informações atualizadas e precisas.
  • Inovação á partir de experiências turísticas.
  • Incentivar a sustentabilidade de todos os negócios locais que atuem na área turística.

Conclusão

Os recursos gerados com a economia gerada com a proposta do gerenciamento integrado do projeto nos municípios, pode ser utilizada em áreas deficitárias de seus respectivos serviços públicos. Conclui-se como essencial a utilização do gerenciamento integrado do projeto na formulação do website devido a integração de todos os processos vinculados a ele, com menor custo e maior qualidade dos resultados.

Referências Bibliográficas:

http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/estat%C3%ADsticas-e-indicadores/desembarques-internacionais.html – acesso em 04/09/2017

http://www.turismo.gov.br/ – acesso em 04/09/2017

http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/estat%C3%ADsticas-e-indicadores/desembarques-domesticos.html – acesso em 04/09/2017

http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/sondagens-conjunturais/sondagem-do-consumidor-inten%C3%A7%C3%A3o-de-viagem.html – acesso em 04/09/2017

http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/DPROD/Contrato_BID_2229_UCP/Plano_de_Marketing/Plano_de_Marketing_Experiencias_do_Brasil.pdf – acesso em 04/09/2017

Anúncios