Para entendermos o que venha ser o ciclo de vida de um projeto, primeiro precisamos entender de fato o que venha ser um projeto. A pergunta que eu quero deixar é, qual a definição de projeto?

Figura 1 – Projeto / Fonte: http://engenhariae.com.br/wp-content/uploads/2015/10/projeto-governo-engenharia-arquitetura.jpg

Quando buscamos a resposta para essa pergunta encontramos milhares de dicionários, revistas científicas, e muitas outras fontes que tentam responder essa pergunta.
Como é o caso do dicionário Aurélio, que resume em poucas palavras, projeto como: “O que planeamos fazer”.

Se buscarmos fontes com linguagem técnica, encontramos o PMI Project Management Institute, que caracteriza projeto como: “um conjunto de atividades temporárias, realizadas em grupo, destinadas a produzir um produto, serviço ou resultado únicos”.
Mas de uma maneira simples, afim de entender o que venha ser projeto, podemos comparar projeto com a vida humana. Mas por quê?

Figura 2 – Interrogação / Fonte:  https://uvagpclass.files.wordpress.com/2017/08/6c9ce-desenho_tatoo_page_2.jpg

Projeto:

  • Consome Insumos, exemplos: Matéria-prima, equipamentos, horas de trabalho, capital)
  • É temporário, isto é, um objetivo claro e bem definindo, tendo um tempo de vida que corresponde ao início, meio e fim
  • Tem Risco, por possuir incertezas que não são detectados a vista, sendo imprevisível.
  • É gerenciado por pessoas, por existir responsáveis que controla o conjunto de atividades  e coordena para um determinado caminho
  • E muito outros, como: Individualidade (projeto único), é elaborado progressivamente, recursos limitados (mão de obra, tempo, custo)

Figura 3 – Balança / Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/bibliotecaConsultaProdutoBibliotecaSimboloJustica/imagem/balanca.jpg

Ser humano:

  • Consome Recursos, exemplos: Comida, energia, roupa e etc.
  • É temporário, pois parte de um nascimento, evolui para a fase adulta, e um dia morre.
  • Tem risco, começando no acompanhamento do pré-natal para assegurar uma melhor saúde da mãe e do feto; a partir do nascimento, aplicação de inúmeras vacinas para o combate de doenças contagiosas; a vida profissional de um indivíduo é comum a muito risco, e um deles é o risco de desemprego, até mesmo a vida conjugal, o risco da infidelidade amorosa.
  • O ser humano nasce e morre sendo gerenciado por pessoas. Na primeira fase da vida, as decisões tomadas são feitas pelos pais ou alguém habilitado como responsável. Posteriormente, mesmo após a independência do ser já evoluído em espécie adulta, o “tal” famoso título de maioridade, todo adulto continua sendo controlado por pessoas, seja no trabalho, seja na sociedade através de leis e políticas, seja até mesmo no seu funeral.
  • E por fim, assim como projeto, características não faltam, como: O ser (pessoa) é único não havendo outro igual, este mesmo se desenvolve ao passar do tempo (crescimento de estatura, fortalecimento ósseo, e etc.),  possui também recursos limitados como o cansaço físico por falta de energia.

Figura 4 – Resultante/ Fonte: http://www.faculdadedemacapa.com.br/SiteAssets/image_preview.jpg

Desta maneira podemos fazer a analogia do ciclo de vida do projeto, com o ciclo de vida do ser humano, pois ambos demonstram um comportamento semelhante.
Para entendermos melhor, vamos primeiro ver e fracionar, as etapas marcantes da vida do ser humano, e analisar com o ciclo de vida do projeto.

Primeiro acontece a maravilhosa arte do nascimento humana, uma pequena criança indefesa que luta por sobrevivência, que com ao passar do tempo, inúmeras transformações iram vir; como o começar a falar, a iniciação do andar em pé, as trocas da dentição, a realização acadêmica e profissional, o casamento, a velhice, chegando na triste e real realidade, que é a morte.

Figura 5 – Ciclo de vida humana / Fonte: https://uvagpclass.files.wordpress.com/2017/08/ec522-fases-de-desenvolvimento.jpg

No projeto é a mesma coisa, ele inicia, amadurece, e depois morre. Separando o ciclo de vida do projeto em 4 grandes fases da vida, conforme a imagem abaixo temos:

Figura 6 – Ciclo de vida do projeto / Fonte: http://artia.com/wp-content/uploads/2015/09/ciclo-de-vida-de-projeto.png

  • Início do Projeto;
  • Organização e preparação;
  • Execução e trabalho do projeto;
  • Encerramento do projeto.

Início do projeto: O “ponta pé” se inicia na abertura de algum projeto específico, seja um produto ou um serviço. Esta fase exige poucos recursos, onde se conceitua a ideia a priori e chave que há de ser desenvolvida em inúmeras atividades com um sequenciamento lógico, para a concretização da mesma.

Figura 7 – Acordo de contrato / Fonte: https://static.wixstatic.com/media/5c8fb1_2e1ee705a07c493595fdccd87692776a~mv2.jpg

Organização e Preparação: Plano de gerenciamento do projeto, seria a delimitação do caminho a ser trilhado:

  • Onde estou?
  • Onde quero ir?
  • Como chegar?

E o gerenciamento das atividades do projeto:

  • O que será feito?
  • Quando será feito?
  • Onde será feito?
  • Por que será feito?
  • Quem fará?
  • Como será feito?
  • Quanto custará?

Figura 8 – Planejamento / Fonte: http://www.gestaodesegurancaprivada.com.br/wp-content/uploads/planejamento-projeto.jpg

Execução e trabalho do projeto: Passando para a 3° etapa, destacamos como a fase crítica do projeto, mas por que fase crítica? Pois é aonde ocorre a transformação da ideia contida no plano, em algo real. Vale lembrar também que as etapas passadas devem ser feitas de maneira correta, pois um erro sem um bom planejamento, ou a inexistência de um plano ignorando as incertezas e as ações de contingenciamento, pode ser vital se algo inesperado de proporções grandes vier de adentrar no esquema do projeto.

É nesta fase que os custos disparam, incertezas conhecidas e principalmente desconhecidas aparecem para prejudicar, e o risco começa a aumentar, tendendo a “assustar” o projeto, desencadeando em Interrogações, como: O custo está sendo o que foi programado de fato? Atenderemos o plano de entrega? O escopo está sendo e será completamente atendido com o que foi firmado no contrato?

Figura 9 – Processo de decisão/ Fonte: https://s.economias.pt/upload/so/fr/sofre-de-preocupacao-no-trabalho-existem-solucoes-para-o-seu-problema-fb.jpg

Encerramento do projeto: Mas assim como no ciclo de vida de um ser humano, existe a morte do projeto também. Pessoas morrem, sejam elas naturalmente (Velhice), ou morrem precocemente depois de ser diagnosticado por uma doença terminal, até mesmo são assassinadas pelas infelicidades ocorrida na sociedade tendo suas ideias drasticamente interrompidas. É da mesma maneira que ocorre um projeto, podendo ser concretizado, interrompido ou fracassado.

Figura 10 – Morte/ Fonte: http://www.floriculturacemiterio.com.br/wp-content/uploads/2012/02/floricultura-cemiterio-parque-dos-pinheiros-sao-paulo.jpg

 

Partindo da premissa que as 3 últimas fases sobreviveram e foram muito bem-sucedidas, é iniciada a fase do adeus, da despedida que nunca mais o reencontrará, o encerramento do projeto deve ser feito, o que foi programado foi concretizado, as entregas são feitas, tendo os níveis de custo e pessoas reduzidas a zero, realizando o arquivamento dos documentos do projeto, recebendo o seu “certificado de óbito”, mas com o dever cumprido!

 

Figura 11 – Sucesso / Fonte: http://agendor-blog-uploads.s3-sa-east-1.amazonaws.com/2015/07/sucesso3.jpg

 

Referências Bibliográficas:

O que é Gerenciamento de Projetos? Disponível em: <http://artia.com/blog/ciclo-de-vida-de-projetos/>. Acesso em: 21 de ago. 2017.

Definindo o Ciclo de Vida dos Projetos: utilizando e diferenciando fases e etapas. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/arreira/definindo-o-ciclo-de-vida-dos-projetos-utilizando-e-diferenciando-fases-e-etapas/50726/>. Acesso em: 21 de ago. 2017.

O que é Gerenciamento de Projetos. Disponível em:<https://brasil.pmi.org/brazil/AboutUs/WhatIsProjectManagement.aspx> Acesso em: 21 de ago. 2017.

Anúncios