Diante da situação atual em que o país passa, uma boa análise de viabilidade de um projeto específico pode trazer ganhos necessários para investimentos, redução de custos e riscos, e alta rentabilidade para a empresa. Por isso, se dá a importância de conhecer a área de gestão financeira, cada vez mais, por parte de todos os engenheiros, com o intuito de desenvolver um planejamento de projeto seguro e correto, que traga bons frutos para a organização.

 

A ORIGEM DO VPL:

O valor presente líquido como metodologia de avaliação data pelo menos do século XIX. Karl Marx refere-se ao VPL como capital fictício, e o cálculo como “capitalizando”, escrevendo:

“A formação de um capital fictício é chamada de capitalização. Cada receita periodicamente repetida é capitalizada calculando-a na taxa média de juros, como um rendimento que seria realizado por um capital a essa taxa de juros.”  (Karl Marx, séc. XIX)

Em 1907, o economista Irving Fischer apresenta o valor presente líquido como ferramenta de tomada de decisão, propondo o desconto do fluxo de caixa projetado a uma taxa que reflita o risco do investimento, sendo incluído em livros didáticos e de finanças a partir de 1950. (Wikipedia)

 

INTRODUÇÃO

Para auxiliar as tomadas de decisão em empresas, a partir de certos métodos e critérios que devem ser empregados, é preciso analisar projetos de investimentos e avaliar ativos. (CURY, SOUZA, GONÇALVES E FILHO; 2016)

De modo a avaliarmos a melhor forma de se investir em um negócio ou projeto, é necessário aplicar ferramentas que determinam a viabilidade de ganhos, a possibilidade de riscos e ajuda na tomada de decisões empresariais e gerenciais dentro de projetos específicos. (CURY, SOUZA, GONÇALVES E FILHO; 2016)

Os indicadores financeiros mais utilizados no mercado costumam ser:

  • valor presente líquido;
  • taxa interna de retorno;
  • taxa interna de retorno modificada;
  • payback;
  • índice de lucratividade líquida.

 

O QUE É VPL? E PARA QUE SERVE?

Também conhecido como Valor Atual Líquido (VAL) ou Net Present Value (NPV), o Valor Presente Líquido é uma ferramenta que consiste em trazer os fluxos de caixa de um projeto de investimento a data inicial (zero) e somar ao investimento inicialmente feito. Por conseguinte, naturalmente, é utilizada a Taxa Mínima de Atratividade (TMA) do projeto como taxa de desconto. (CAMARGO, 2017)

Ainda dito por Renata Freitas de Camargo, o VPL é usado para comparar ou analisar a viabilidade de projetos de investimentos. Através dele, podemos determinar ou ajustar as taxas de juros e encontrar o real valor do dinheiro num momento futuro, descartando a inflação e outros dados que ocasionalmente possam vir a acontecer e interferir. Ou seja, pelo VPL, pode-se calcular o ganho real de investimento, considerando a valorização do capital ao longo do tempo.

WhatsApp Image 2017-05-28 at 15.30.46

Figura 1: Fluxo de caixa
Fonte: http://rexperts.com.br/conceitos-basicos-de-financas/

 

COMO CALCULAR O VPL?

O VPL é calculado a partir da soma algébrica de todos os fluxos de caixa descontados para o instante t = 0 a uma taxa de juros específica i, o que no caso é a taxa de desconto. (Motta & Calôba, 2002) apud Lacerda, Daniel (2008). Esta taxa (identificada também como taxa mínima de atratividade), pode ser comparada a taxa de lucratividade do projeto, ou seja, o retorno mínimo que se espera ter para que seja investido aquele projeto. (Camargo, 2017)

WhatsApp Image 2017-05-25 at 17.08.28 (2)

Fórmula 1: VPL
Fonte: https://www.treasy.com.br/blog/valor-presente-liquido-vpl

Onde:

VPL = Valor Presente Líquido
FC = Fluxo de Caixa
t = momento em que o fluxo de caixa ocorreu
i = taxa de desconto ou TMA;
n = período de tempo.

Pode ser determinado através desta forma também:

WhatsApp Image 2017-05-28 at 15.30.40

Fórmula 2: VPL
Fonte: http://hcinvestimentos.com/2017/01/17/valor-presente-liquido/#

Vale a pena salientar que um projeto só será economicamente viável, caso o valor de todas as entradas de caixa menos o valor atual de todas as saídas de caixa seja superior a zero.

A interpretação do resultado do cálculo do VPL pode ser feita deste modo:

  • VPL Negativo = despesas maiores que as receitas, ou seja, o projeto é inviável;
  • VPL Positivo = receitas maiores que as despesas, ou seja, o projeto é viável;
  • VPL Zero = receitas e despesas são iguais, ou seja, a decisão de investir no projeto é neutra.
    (CAMARGO, 2017)

 

VANTAGENS

  • Todos os capitais do fluxo de caixa são incluídos nos cálculos;
  • Por usar a TMA no cálculo do VPL considera-se o risco das estimativas futuras do fluxo de caixa;
  • O VPL pode ser aplicado em qualquer fluxo de caixa: quando tem mais de uma mudança de sinal e quando o fluxo de caixa é de um período maior que um ano;
  • Informa se o investimento aumentará o valor da empresa;
  • Podemos somar os VPLs de projetos individuais.

 

DESVANTAGENS

  • Temos que conhecer a TMA e outros parâmetros para obter uma estimativa mais precisa dos fluxos de caixa que serão utilizados para análise;
  • O método retorna um valor monetário e não uma taxa de juros. Por isso fica difícil fazer comparações;
  • O VPL também não considera a vida do projeto. Por isso, um projeto com maior duração possui um viés para apresentar um VPL superior, mesmo que não seja a melhor opção, caso fosse possível repetir o projeto de menor duração por algumas vezes;
  • No VPL, projetos grandes, que envolvem um grande montante de investimento inicial, tendem a apresentar um VPL superior a projetos menores, mesmo que estes projetos grandes não sejam necessariamente melhores em termos relativos.

 

EXEMPLOS PRÁTICOS DO VPL EM PROJETOS

Exemplo1:

O exemplo da tabela 1 calcula o VPL para dois projetos (A e B) e os relaciona. São apresentados os respectivos fluxos de caixa dos projetos e o valor presente de ambos os fluxos. O Valor Presente Líquido será a soma de todos os fluxos de caixa trazidos ao valor presente.

WhatsApp Image 2017-05-28 at 22.16.02

Tabela 1: Cálculo do VPL para projeto A e B
Fonte: http://www.wrprates.com/o-que-e-vpl-valor-presente-liquido/

Segundo a tabela, compreende-se que o projeto B possui um VPL maior, isso significa que em termos de valor presente (considerando uma taxa de desconto), o projeto B produz um fluxo de caixa superior ao projeto A. Portanto, o gestor deveria optar por escolher o projeto B em vez do projeto A. (Wlademir, 2016).

Exemplo 2:

Vamos supor dois investimentos A e B: (Supondo uma TMA de 10% a.m.)

Investimento A:

Mês Operação Valor
0 Aplicação R$ -350,00
1 Resgate R$ 95,00
2 Resgate R$ 95,00
3 Resgate R$ 95,00
4 Resgate R$ 95,00
5 Resgate R$ 95,00
VPL (A) R$ 10,12

Tabela 2- Fluxo de caixa do investimento A
FONTE: SANTOS, Ieda (2009)

Investimento B:

Mês Operação Valor
0 Aplicação R$ -350,00
1 Resgate R$ 150,00
2 Resgate R$ 150,00
3 Resgate R$ 150,00
VPL (B) R$ 23,03

Tabela 3 – Fluxo de caixa do investimento B
FONTE: SANTOS, Ieda (2009)

O aconselhável é que não apliquemos no investimento A, porque, considerando os fluxos de caixa na mesma data, estaríamos resgatando um valor menor que o valor aplicado. Já no investimento B, estaríamos resgatando um valor acima do capital aplicado, sendo assim, poderia ser investido. (SANTOS, 2009)

Exemplo 3:

No gráfico é possível notar que a medida que a taxa de desconto é menor para um determinado projeto de investimento, menor será o VPL, e assim, o projeto se torna menos viável e atrativo para a empresa.

WhatsApp Image 2017-05-28 at 15.30.48

Gráfico: VPL X Taxa de desconto
Fonte: http://blog.luz.vc/o-que-e/taxa-interna-de-retorno-tir/

Exemplo 4:

Outro exemplo de cálculo do VPL é percebido na tabela 4.

WhatsApp Image 2017-05-28 at 15.30.44

Tabela 4: Exemplo de cálculo do VPL para taxa de desconto de 10% aa
Fonte: http://www.totalgestao.com.br/site/2013/10/valor-presente-liquido-e-a-criacao-de-valor/

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CURY, M.; SOUZA, C.; GONÇALVES, D.; FILHO, J., Série Gestão Empresarial: Finanças Corporativas. Rio de Janeiro: FGV, 11ª edição, p. 73-78, 2012.

blog.luz.vc/o-que-e/taxa-interna-de-retorno-tir/; Acesso em 27 maio 2017.

economackq.wordpress.com/2009/06/07/prova-final-3-matemtica/; Acesso em 27 maio 2017.

fazaconta.com/matematica-financeira-val-tir.htm; Acesso em 27 maio 2017.

hcinvestimentos.com/2017/01/17/valor-presente-liquido/#; Acesso em 27 maio 2017.

office.cursosguru.com.br/novidades/valor-presente-liquido-como-avaliar-investimentos-a-partir-do-excel-2010/; Acesso em 27 maio 2017.

pt.wikipedia.org/wiki/Valor_presente_l%C3%ADquido; Acesso em 27 maio 2017.

rexperts.com.br/conceitos-basicos-de-financas/; Acesso em 27 maio 2017.

vigo.ime.unicamp.br/Projeto/2009-2/MS777/ms777_ieda.pdf; Acesso em 27 maio 2017.

www.aedb.br/seget/arquivos/artigos07/1266_Artigo_TOC_Anal_SEGET.pdf; Acesso em 27 maio 2017.

www.totalgestao.com.br/site/2013/10/valor-presente-liquido-e-a-criacao-de-valor/; Acesso em 27 maio 2017.

www.treasy.com.br/blog/valor-presente-liquido-vpl; Acesso em 27 maio 2017.

Anúncios