Gerenciar projetos exige habilidades e técnicas únicas, diferentes daquelas que são requeridas para gerenciar operações corriqueiras.

A gestão de projetos do século 21 desafia os gerentes a administrar um projeto caracterizado por altos níveis de incerteza, equipes multiculturais e competições globais por recursos humanos especializados. (CAMARINI & SOUSA apud. SALGADO)

Assim, fica claro que as atividades de um gerente de projetos, vão muito além de planejar e controlar um projeto em si. Saber gerenciar os recursos humanos do projeto, é primordial para o sucesso do mesmo, pois é a equipe que determina o sucesso ou fracasso das organizações e projetos.

Segundo Gramigna (2007, p. 1) “a corrida da globalização exige que os olhares estejam voltados para resultados e, nesse processo, as pessoas encontram-se em alta, uma vez que a riqueza das empresas e das nações depende do conhecimento e das habilidades de suas equipes”.

Por isso, é necessário ter uma equipe com gente bem qualificada. É papel do gerente de projetos planejar, mobilizar, desenvolver e gerenciar do modo mais apropriado a sua equipe, de forma a integrá-la e organizá-la para determinado trabalho, visando otimizar a qualidade, o custo, o prazo e o âmbito dos processos em questão.

Para Chiavenato (1999, p. 107) “a seleção se configura como a escolha certa da pessoa certa para o lugar certo”.

Portanto, a partir das características específicas do projeto, o gerente deverá buscar os recursos humanos com os perfis adequados para determinadas atividades, prezando sempre pela pessoa com melhor desempenho na área e ainda, sua disponibilidade para fazer parte do projeto.

65d706db-e2cd-4003-b128-04ed0c1320b5
Equipe de sucesso, projeto de sucesso. Fonte: https://pixabay.com/pt/empres%C3%A1rio-polegares-para-cima-2056022/
  • Como formar a equipe certa?

De acordo com o Guia PMBOK, são indicados quatro processos em relação a alocação dos recursos humanos do projeto, são eles:

  1. PLANEJAR GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

Desenvolver o Plano de Recursos Humanos é o processo de identificar e documentar os papéis, responsabilidades, habilidades necessárias e relações hierárquicas do projeto, criando também o plano de gerenciamento de pessoal. Podem ser inclusas eventuais necessidades de treinamento, estratégias de construção e desenvolvimento da equipe (integração), cronograma e políticas de mobilização e desmobilização, programas de reconhecimento e recompensas, questões de segurança e impacto sobre a organização.

  1. MOBILIZAR A EQUIPE DO PROJETO

Mobilizar a Equipe do Projeto é o processo responsável por confirmar a disponibilidade dos recursos humanos e obter a equipe necessária para executar o projeto. Ou seja, o objetivo principal é realizar as designações de pessoal para o projeto. A equipe de gerenciamento do projeto pode ou não ter controle direto sobre a seleção dos membros da equipe.

  1. DESENVOLVER A EQUIPE DO PROJETO

Processo responsável pela melhoria das competências, interação (integração) e ambiente global da equipe para aprimorar seu desempenho no projeto. Lembre-se: o projeto é executado por pessoas.

São obrigações do gerente do projeto: construir, manter, motivar, liderar, inspirar e, obviamente, direcionar, gerenciar e controlar a equipe do projeto.

  1. GERENCIAR A EQUIPE DO PROJETO

O objetivo deste processo é acompanhar o desempenho dos membros da equipe na execução do trabalho, fornecer feedback, resolver questões e conflitos, esclarecer atribuições e responsabilidades e gerenciar mudanças. A equipe de gerenciamento do projeto, composta pelos auxiliares diretos do gerente do projeto, observa e acompanha o comportamento dos demais membros, orientando-os e corrigindo-os, quando necessário.

 

182e178b-b6cc-4e9e-99e6-3247f61723c4
Trabalho em equipe. Fonte: https://pixabay.com/pt/m%C3%A3os-trabalho-em-equipe-1939895/
  • Qual a importância da relação gerente-equipe?

Ser um bom líder para a equipe tem um impacto extremamente positivo, além de harmonizar a equipe, saber motivar os colaboradores e manter a satisfação dos mesmos só trazem benefícios  para a organização. Ter uma boa comunicação, saber falar e principalmente ouvir os funcionários, faz toda a diferença na harmonização do time.

É importante que o gerente procure manter uma relação agradável com sua equipe, pois ambientes de trabalho saudáveis, propiciam maior produtividade e rendimento dos colaboradores, o que pode acrescentar no sucesso da organização.

 

 

BIBLIOGRAFIA:

VALERIANO, Dalton. Moderno Gerenciamento de Projetos. São Paulo: Pearson Pretince Hall, 2005

GRAMIGNA, Maria Rita. Modelo de Competências e Gestão dos Talentos. São Paulo: Pearson Pretince Hall, 2007

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

SALGADO, Carolina Kellen Drummond. Gestão de Pessoas: O novo desafio do gerente de projetos. Disponível em: http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/663. Acesso em: 27 Mar. 2017

IEIDENTZ, Rosangela. A importância das pessoas na atuação do gerenciamento dos projetos. Disponível em: http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/a-importancia-das-pessoas-na-atuacao-do-gerenciamento-dos-projetos/56569/. Acesso em: 27 Mar 2017

DA SILVA, Carlos Henrique. Gerenciamento de projetos – Como formar a equipe certa para seu projeto. Disponível em:  http://www.techoje.com.br/site/techoje/categoria/detalhe_artigo/364. Acesso em: 27 Mar. 2017

TRENTIM, Mário H. Gestão de Pessoas em Projeto. Disponível em: http://blog.mundopm.com.br/2014/03/26/processos-de-gestao-de-pessoas/. Acesso em 27 Mar. 2017

Anúncios