Mais que equipes, pessoas…  

Vamos voltar ao tempo e lembrar das antigas civilizações que construíram grandes legados. Projetos como a Muralha da China, Pirâmides do Egito e o Coliseu. Será que para erguer essas “maravilhas” não foi preciso trabalhar em equipe? E nos tempos de hoje? Será que temos equipes? Equipes de Projetos? Certeza que sim. Mas o que precisamos avaliar é se realmente ocorre a divisão das tarefas e se os grupos possuem suas atividades convergindo para um único bem: a conclusão e sucesso do projeto.

93b86e20-74ee-4955-9737-8e7cf8ba0d52

Figura 1 – Trabalho em equipe para o sucesso / Fonte: https://www.bigstock.com.br/image-20088341/stock-photo-trabalho-em-equipe-para-o-sucesso

A formação da equipe é fundamental para seguir rumo ao sucesso do projeto. Muitas vezes as equipes são multidisciplinares e os membros não se conhecem. Importante integrar toda a equipe, fazer com que se conheçam e tornem suas relações como algo positivo  e essencial para condução do projeto. A unidade de trabalho formada precisa interagir e estar focada em uma única energia. 

df7a5285-8448-4e18-8e6a-ea7efda2b4c6

Figura 2 – Desafios enfrentados pelas equipes / Fonte: http://blog.plugcrm.net/5-dicas-para-otimizar-a-rotina-da-sua-equipe-de-vendas/

Um projeto não segue obedecendo exatamente seu planejamento. Ocorrem mudanças, imprevistos e até mesmo necessidades do cliente que vão surgindo ao longo do projeto. Ai aparecem os desafios a serem enfrentados pelo time. Nesse momento a figura do gerente de projetos é crucial para orientar o grupo.

E mais que um gerente de projetos, precisamos de um gerente de pessoas. Entender de pessoas, entender as pessoas e estar disponível para aprender mais sobre elas a cada dia. Os projetos só se mantém porque tem pessoas que executam, que põem seu conhecimento em jogo e tornam realidade o que era plano. Para incentivar e motivar é preciso alguém que os impulsione.

Nesse sentido, percebemos que os projetos são feitos das equipes, das pessoas que fazem parte das equipes. A atuação do gerente é fundamental. Mas é muito importante que a equipe esteja engajada e motivada em suas atividades. A equipe atua como protagonistas do projeto e a condução do projeto acontece pela figura do gerente, mas é a equipe que faz acontecer.

O gerenciamento das equipes de projeto não é tarefa simples. Muitas vezes bons funcionários são promovidos, se tornam gerentes de projetos e assumem papel fundamental no projeto. Nesse momento as suas habilidades devem ser trabalhadas. Importante que o gerente encontre um orientador e traga à tona suas melhores técnicas para comandar sua equipe.

Todo o time precisa trabalhar apaixonadamente. O sucesso será reflexo desse sentimento e da forma que o grupo foi gerenciado. Não existe segredo ou fórmula. Conhecer as pessoas, o trabalho delas, estar ao lado delas e apenas gerenciar…

Referências Bibliográficas:

BARCAUI, André B. Gerente também é gente : um romance sobre gerência de projetos. 1° edição. Rio de Janeiro. Brasport, 2006.

PMI: Project Management Institute. Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos. Guia PMBOK® 5° edição. EUA, 2013.